DIREITOS SEXUAIS

Você conhece a história de luta dos direitos sexuais até aqui?

FILIE-SE!

Seja um parceiro da Estrela Guia e ajude a promover a cidadania e os direitos sexuais!

NOTÍCIAS

Saiba onde estamos neste momento e o que está acontecendo no Brasil e no mundo

QUEM SOMOS

A Estrela Guia, foi fundada em 2002 por Ana Paula, uma trabalhadora sexual e ativista da cidade de Florianópolis/SC.  Atualmente a instituição conta no seu staff com militantes na área de Direitos Humanos e Cidadania que são referências locais, com trajetórias que se destacam no âmbito da luta pela prevenção e combate das IST/HIV. Profissionais, ativistas e militantes com formação e inserção em distintos campos das ciências humanas e sociais (psicólogas/antropólogas/educadores populares) com distintos níveis de escolaridade (notório-saber, graduados, mestres, doutores) atuantes na luta pelos Direitos Humanos, Sexuais e Reprodutivos, integrantes de Conselhos Municipais, como o Conselho Municipal de Saúde e o Conselho Municipal LGBT. E com experiência no desenvolvimento e gestão de projetos sociais. 


 

MISSÃO

Combater todas as formas de discriminação e preconceito contra segmentos da população marginalizados, promovendo seus direitos humanos, sexuais e reprodutivos e o pleno exercício da cidadania.

 

VISÃO

 A instituição busca ser compreendida como uma referência para os/as profissionais do sexo e à população LGBTQI+ no enfrentamento dos seus contextos marcados pelo estigma e discriminação social, e na representação e proposição de diretrizes, metas e ações em políticas públicas que respondam às necessidades e demandas dessas populações, promovendo a inserção social.

 

FORMA DA ATUAÇÃO

Intervenções de campo semanais visando promoção da saúde e cidadania junto aos segmentos mais vulneráveis (LGBTQI+, profissionais do sexo e pessoas vivendo e convivendo com HIV/Aids);

Rodas de conversas, oficinas de formação e acolhimento institucional com dinâmicas voltadas para as questões de direitos humanos num amplo conjunto temático visando a sensibilização dos segmentos sociais para os quais dedicamos nossas ações prioritárias, bem como a sociedade catarinense nos mais diversificados setores – em particular, gestores e servidores públicos municipais e estaduais- num processo educativo continuado, pois, entende que a aceitação da diversidade é determinante para a evolução cultural.

Eventos públicos ou em espaços privados (universidades, serviços públicos) com uma programação voltada para a valorização das diferenças, para o alcance de uma sociedade igualitária e justa.

 

DIREITOS SEXUAIS

Os Direitos Sexuais têm a sua história marcada com a luta das mulheres pela igualdade política sem distinção sexual, focado nos direitos sociais à educação e ao sufrágio, o movimento ganhou força durante os século XIX e XX. Entretanto, o debate e a incidência política só veio a se fortalecer expressivamente nos anos 60 e 70, quando teve início a luta contra a opressão às mulheres, problematizando as formas de construção dos papéis sociais de mulheres e homens. Os direitos humanos das mulheres e da população LGBT+ incluem o direito de controle e decisão, de forma livre e responsável, sobre questões relacionadas à sexualidade, incluindo-se a saúde sexual, livre de coerção, discriminação e/ou violência. A conquista do direito de decidir sobre o corpo, permitiu que as mulheres e que a população LGBT+,  passassem a: conhecer e experimentar o seu próprio corpo livre de crenças sociais; refletir  sobre as questões relacionadas à expressão da própria  sexualidade; falar sobre o seu prazer sexual; problematizar a construção dos papéis sexuais; e, construir uma agenda cuja pauta central esteja a saúde da mulher e da população LGBT+.

Os Direitos Sexuais são os direitos que garantem que toda a pessoa pode vivenciar a sua vida sexual com prazer e livre de discriminação. Viver a sexualidade sem medo, vergonha, culpa, falsas crenças e outros impedimentos à livre expressão dos desejos; O direito a métodos de prevenção que visem a prática do sexo seguro para prevenir uma gravidez não planejada e as infecções sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV-Aids;

 

PROJETOS

Desde de sua fundação a equipe da Estrela Guia vem desenvolvendo ações e projetos que vem beneficiando as populações atendidas pela instituição.

Mediadores de conflitos em Direitos Humanos:
LBTs & mais mulheres em ação.

O projeto tem como objetivo central fortalecer ações conjuntas entre diferentes movimentos sociais liderados por pessoas LBTs,
profissionais do sexo, mulheres e PVHA ( Pessoas vivendo com HIV e AIDS ) de Florianópolis/SC, fomentando autonomia e instrumentalizando
as lideranças em advocacy para a promoção de seus direitos. Por meio de mudança de comportamento relacionadas à lesbitransfobias, misoginia, racismo e. interseccionando questões como viver com HIV, pretende-se
promover a melhoria na incidência política dessas agentes sociais, fornecendo-lhes ferramentas de conhecimento, incentivando o diálogo para a gestão e resolução de conflitos em gênero e direitos humanos. As ações do projeto visam a constituição de grupos focais com o intuito de potencializar práticas de advocacy e mediação de conflitos afim de refletir sobre táticas e estratégias de intervenção em locais de atuação dos grupos participantes.

 

Apoiadores

Mapeamento Rede Mulher

Mídia Informativa

Notícias

venha conosco  promover a cidadania e os direitos sexuais!

Filie-se

Contatos

ENDEREÇO

Rua dos Ilhéus, 46,  Sl 1007

Ed Zigelli, Centro 

Florianópolis – SC

TELEFONE

(55) +48.99658.6747 (Juliano)

(55) +48.98486.6163 (Kelly)

E-MAIL

  estrelaguiasc@gmail.com

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese